11 DICAS PRÁTICAS PARA ACELERAR O METABOLISMO

Para não deixar o metabolismo ficar lerdo, as dicas são muitas, da alimentação à prática de exercícios. Vamos lá?



Alimentos que aceleram o metabolismo

Conhecidos como termogênicos, uma vez que são capazes de aumentar a temperatura corporal e acelerar a queima de gordura, eles ajudam no controle do peso e no emagrecimento. Então, tenha sempre à mesa:

1. Pimenta vermelha: bastam três gramas ao dia como tempero de pratos quentes e saladas pra aumentar o metabolismo em até 15%. Mas tem que ser a vermelha, pimenta-do-reino não tem esse efeito, certo?

2. Chá verde: também favorece a utilização da gordura corporal e atua como fonte de energia, com função de estímulo metabólico. É preciso beber quatro xícaras do chá ao dia. Só não vale adoçar com açúcar: tome puro ou use algumas gotas de adoçante.

3. Canela: tem alto teor de cálcio, essencial para aumentar o metabolismo basal. Salpique um pouco em pratos quentes, molhos e até saladas. Também vale colocar na sobremesa, mas não pode exagerar nos doces.

4. Gengibre: pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. Para consumir, use-o como tempero de carnes, aves e peixes. Vale colocar na sopa de legumes e no chá.

5. Ômega 3: encontrada em peixes como salmão, sardinha e atum, essa substância aumenta o metabolismo basal e faz com que o organismo não retenha tanto líquido. Opte por colocar uma porção de alguns desses citados no prato principal da sua refeição. Também vale fazer um lanche natural de atum ou usá-lo como mais um ingrediente da salada à noite.

6. Fibras naturais: por serem indigeríveis, elas mantêm a saciedade por mais tempo, agindo no metabolismo basal. No intestino, melhoram a microflora intestinal. Além disso, são fundamentais para uma ótima absorção de nutrientes, que também ativarão o metabolismo.


Hábitos que aceleram o metabolismo

7. Não ficar grandes intervalos sem comer: depois do café da manhã, almoço e jantar, coma frutas e faça lanches rápidos e leves. Sucos naturais, barrinhas de cereais e frutas são as melhores opções. Desse jeito, o metabolismo fica ativo durante o dia todo.

8. Combinar exercícios aeróbicos com ginástica localizada ou musculação: a prática regular produz uma ação metabólica contínua, acelerando o metabolismo. Ganhar massa magra (músculos) também é ótimo, já que esta gasta mais energia que o tecido de gordura.

9. Beber muita água: ela é fundamental para transportar vitaminas, minerais e hormônios, para eliminar toxinas e para o bom funcionamento dos intestinos. Beba de oito a 10 copos de água por dia, pelo menos. A água gelada acelera um pouco mais o metabolismo, já que nosso corpo trabalha (ou seja, queima energia) para deixá-la na temperatura normal.


O que retarda o metabolismo?

10. Estresse: ele diminui o seu metabolismo por colocar o seu organismo em estado de tensão. Além disso, muitas pessoas tendem a comer mais quando estão estressadas.

11. Falta de sono: isso faz com que você não acorde com a energia necessária para mais um dia, os músculos do corpo não estarão a 100% e o seu sistema metabólico ficará ressentido.

Se você cumpre tudo isso certinho e, mesmo assim, não vê resultado, marque uma consulta médica. Às vezes, algum padrão rotineiro pode estar atrapalhando todo o processo.

 

Fonte: http://minhavida.uol.com.br/alimentacao/materias/14879-11-dicas-praticas-para-acelerar-o-metabolismo

Escrito por: Daniela Hueb - Dermatologia e medicina estética

 

A LATA DA SAÚDE

O Atum em conserva adiciona nutrientes e sabor a refeições rápidas de corredores. Acredite! Além de ser supernutritivo, o atum em lata é uma opção muito prática para reparar a musculatura depois do treino, pois é rico em pr...oteínas e contém aminoácidos necessários para o atleta. Além disso, contém vitamina D, ômega 3 e cálcio, essencial para a saúde dos ossos.
 Aqui estão algumas dicas para uma refeição rápida e saudável:
- Em 5 minutos: um super sanduiche com patê de atum
- Em 10 minutos: uma bela salada com atum a gosto
- Em 20 minutos: misture atum ao macarrão preferido

E bom treino!

ALIMENTAÇÃO PARA GANHAR MASSA MUSCULAR

A alimentação é essencial para alguém que pretende crescer músculo, vou mesmo mais longe e creio que a alimentação é tão ou mais importante que o treino. Isto porque não importa o quanto treina, mas se não ingerir os alimentos adequados o seu corpo não irá conseguir recuperar e crescer.

Há alguns alimentos que deverá ter sempre na cozinha, caso o objectivo sejam os ganhos de massa muscular. São eles:

Clara de ovo - A clara de ovo tem uma proporção de proteína de gordura de 60:1, sendo portanto uma das fontes de proteína mais pura.

Frango/Peru - Carnes magras como o peito de frango e o peru são uma fonte de proteína de alta qualidade e deverão fazer parte da sua dieta. É carne com extremamente reduzida gordura saturada.

Peixe - Embora deva comer alimentos com pouca gordura, deverá comer peixe. O peixe contém ácidos gordos essenciais como é o caso do omega-3 que ajudam no crescimento muscular.
Peixes de águra fria, como o salmão, atum, truta e sardinhas são excelentes fontes de proteína e gordura saudável.

Feijões e Legumes - Se quer encarar de forma séria a musculação, não pode ignorar o poder dos feijões e legumes. Os feijões tal como a carne são uma excelente fonte de proteína e fibra.
A fibra é essencial para manter uma alimentação saudável, há feijões como o feijão roxo que contém 58% de proteína!

Carne Vermelha Magra - Os bifes contêm proteína, ferro, zinco e vitamina B. São também muito calóricos, excelentes para quem tem dificuldade em ganhar peso.
Não deve contudo consumir diariamente, porque têm altos níveis de gorduras saturadas. Deverá ser conjugada com refeições de frango, peru e peixe para variar um pouco a sua dieta semanal.

Hidratos de Carbono de Lenta Absorção - Os músculos não crescem apenas com proteína, terá de ter também uma fonta de hidratos de carbono. Estes funcionam como fonte de enegia para o crescimento muscular.
Contudo deverá evitar os hidratos de carbono de disgestão rápida (como as massas, arroz branco, pão branco, etc) e deverá optar pelos produtos integrais.

Água - Quando se pensa em musculação, a primeira palavra que vem à cabeça é carne… contudo esta deveria ser água. O nosso corpor é constituído por 70% de água, esta é extremamente importante para se manter hidratado durante o treino, e aumentar o seu metabolismo.

Fonte:  http://tafitness.net/alimentacao-para-ganhar-massa-muscular/

 

SANDUICHE DE PASTA DE ATUM E SARDINHA

Delicioso muito pratico de fazer!

Ingredientes:
1 LATA DE ATUM 
1 LATA DE SARDINHAS EM TOMATE 
3 FILETES DE ANCHOVA 
3 COL. SOPA DE MAIONESE 
1 PIMENTÃO VERDE 
FOLHAS DE ALFACE / 1 TOMATE / 1 OVO COZIDO 
PÃO À ESCOLHA

Modo de preparo:

Começamos por cortar o pimentão em pedacinho bem pequeninhos. Primeiro em tiras e depois em cubos bem miudinhos. Em seguida com ajuda de uma faca picamos os filetes de anchova.

Juntamos a anchova, o pimentão picado, o atum, as sardinhas em tomate e por último a maionese. Com um garfo misturamos tudo.

Por fim, cortamos o tomate e o ovo em rodelas finas para montarmos o sanduiche: passar a pasta no pão e adicionar os outros ingredientes. 

Guarde na geladeira envolto em filme plástico até consumir.

Fonte: You Cook
https://www.aprendacomigo.com.br/videos/5033-sandwich-de-pasta-de-atum-e-sardinha-youcook
 

Para dias quentes: Salada de pennette com atum, alcaparras e pimentão

Hoje, quinta-feira, 4 de Outubro, na maior parte do Brasil, o dia vai ser de muito calor!
E em dias quentes como este, buscamos refeições leves e de preferência frias ou frescas, não é mesmo? 
Que tal preparar uma super “Salada de pennette com atum, alcaparras e pimentão”?.
Este receita pode ser servida fria, de entrada ou acompanhamento. 

Segue receita simples e muito rápida de preparar: 

Serve 6 porções:
 - 200 g de pennette
 - 1 lata de atum em óleo
 - 100 g de alcaparras
 - 1 pimentão vermelho
 - 1 pimentão amarelo
 - Azeite e sal a gosto

Modo de preparar:
1. Cozinhe a massa. Quando estiver pronta, leve à geladeira.
2. Corte os pimentões em pequenos cubos.
3. Em uma frigideira, coloque um fio de azeite. Adicione os cubos de pimentões, alcaparras e cozinhe por cinco minutos em fogo médio alto.
4. Retire do fogo e adicione o atum. Reserve numa geladeira.
5. Quando tudo estiver frio, misture bem e sirva.

Receita do chef Márcio Silva, do restaurante Oryza, de São Paulo, SP.

Fonte: Portal Prazeres da Mesa
http://prazeresdamesa.uol.com.br/exibirMateria/5622/salada-de-pennette-com-atum-alcaparras-e-pimentao
Foto RJ Castilho

Incluir ômega 3 na dieta ajuda a prevenir lesões.

 

Os ácidos graxos ômega 3, encontrados principalmente em peixes de águas profundas como a sardinha, o atum e o salmão, têm efeito anti-inflamatório e antioxidante, o que auxilia na prevenção de lesões

Nem toda gordura que ingerimos por meio dos alimentos é prejudicial à saúde. Existem alguns tipos de gorduras, como as monoinsaturadas e poliinsaturdas, que são benéficas ao organismo. É o caso dos ácidos graxos ômega 3, encontrados principalmente em peixes de águas profundas como a sardinha, o atum e o salmão.

Denise Entrudo, especialista em nutrição esportiva e membro da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), diz que costuma indicar o consumo do nutriente a corredores pelo fato de ser um anti-inflamatório natural. "Esse benefício é proporcionado por duas substâncias que compõem o ômega 3 encontrado em peixes, que são o ácido docosaexanóico (DHA) e o ácido eicosapentaenóico (EPA)", salienta.

Denise explica que o nutriente possui efeito antioxidante, responsável por diminuir a ação dos radicais livres no organismo e conseqüentemente a probabilidade de lesões. "Esse efeito é muito benéfico para o corredor, porque a prática demanda um consumo de oxigênio maior", afirma. Para obter o benefício, é preciso consumir regularmente de 1 a 4 gramas diárias de ômega 3 - proveniente de peixes, junto às principais refeições. Para a nutricionista, a suplementação por meio de cápsulas é mais efetiva, por conta da quantidade e maior facilidade de absorção pelo organismo. "O ideal é o atleta procurar a orientação de um profissional, que irá lhe indicar a quantidade e o produto adequados", aconselha.



Fonte: Portal Terra - http://bit.ly/UZSP8x
Roda Livre
Especial para o Terra
Foto: Shutterstock/Terra
27 de setembro de 2012 • 09h30 

Dica para reciclar as famosas latas de Sardinhas

Atendendo a pedidos, agora nossa dica é reciclar as famosas latas de Sardinha. Que tal dar uma utilidade para essas latinhas tão bonitinhas?  Você vai se surpreender com tantas possibilidades.

Mande uma foto da sua criação para nosso email: faleconosco@beiramarbrasil.com

Vamos montar um álbum de fotos no Facebook para compartilhar todas as boas idéias!

Bom dia para todos!

Que tal dar uma utilidade para as latinhas de Atum?

 

Ao longo do mês consumimos algumas latinas de atuns, não é mesmo? E por que não reaproveitá-la? 
Desta vez, nossa dica é preparar arranjos de flores com as latinhas. Assim como é possível ver na foto, esta decoração é simples e muito rápida de fazer.
Basta pegar a latinha e cobrir com pregadores. Podem ser pregadores de madeira ou mesmo coloridos. Eles farão toda a cobertura da lata.  Depois, basta escolher um vazinho de flor ou mesmo plante alguma muda desntro da lata. E está pronto, um simpático arranjo que você pode dar de presente para alguem especial ou mesmo vender. 
É uma dica que faz muito bem ao coração e ao bolso!

Fonte: http://bit.ly/QnrFo4

Alimentos anti-inflamatórios ajudam a proteger o organismo.

 

Alimentos com propriedades anti-inflamatórias podem potencializar a recuperação das fibras musculares e evitar lesões, trazendo benefícios para a melhora do desempenho e para a saúde de quem pratica atividades físicas.
 
O processo inflamatório local acontece com os microtraumas que ocorrem nas fibras musculares após exercícios físicos. Esses microtraumas são temporários, reversíveis e fazem parte das etapas de reparação do tecido. "E introduzindo alimentos com poder anti-inflamatório é possível potencializar a recuperação dessas fibras e evitar lesões, trazendo benefícios para a melhora do desempenho e para a saúde de quem pratica atividades físicas", orienta Karina Pimentel, nutricionista clínica e funcional, de São Paulo (SP).

Entre os alimentos com propriedades anti-inflamatórias estão gengibre, cúrcuma, tomate orgânico, alho, pimenta, maracujá, romã, frutas vermelhas, chá verde, azeite de oliva, linhaça, chia e peixes como sardinha, arenque, cavala, salmão e truta. "Estudos indicam que a ingestão de curcumina (presente na cúrcuma ou no açafrão da terra) pode diminuir a lesão muscular e a inflamação decorrente dos treinos e aperfeiçoar a perfomance. Enquanto o gengibre apresenta ações antimicrobiana, antioxidante, hipolipidêmica, antitumoral e ainda tem efeitos benéficos para o sistema cardíaco", pontua Karina. Também inclua peixes nas refeições duas vezes por semana e uma colher de sopa de chia ou linhaça uma vez por dia, além de colocar no cardápio diário uma fruta vermelha ou roxa.

"Existe uma escala que vai do positivo ao negativo. Quanto mais negativo for o número, maior o teor inflamatório do alimento. O salmão, por exemplo, tem o índice de 901, ou seja, é altamente anti-inflamatório. Já a taxa da batata frita é -176", analisa Rachel Francischi, nutricionista e mestre em biologia funcional e molecular na área de bioquímica da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), de São Paulo (SP).

Ela lembra que essa tabela é construída a partir de combinações entre os prós e contras dos alimentos e ressalta ainda que é importante não estabelecer uma dieta restritiva, principalmente para quem pratica atividades físicas e necessita de um maior aporte de energia. O indicado é sempre dosar os nutrientes e moderar o consumo de produtos ricos nas chamadas "calorias vazias", ou seja, com alto valor energético e com elevadas quantidades de açúcar e gordura, por exemplo, mas pobres em nutrientes.

Fonte: Portal Terra: http://esportes.terra.com.br/atletismo/corrida-de-rua
Sessão: Corrida de Rua
14 de setembro de 2012 • 07h54 
Roda Livre
Especial para o Terra
Foto: Shutterstock

 

Lanche rápido de sardinha

Dica do Portal UOL.
Uma opção de lanche rápido e fácil de fazer. É ideal para uma refeição leve e saudável.

Tempo de preparo: 20min
Rendimento:  5 unidades
Dificuldade: Fácil

Receita:

- 5 fatias de pão de fôrma integral (triptofano)
- 3 latas de sardinha em molho de tomate (ácidos graxos)
- 3 ovos cozidos picados
- 3 colheres (sopa) de maionese
- Sal e orégano a gosto (orégano, anti-histamínico)
- 3 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem (ácidos graxos)
- 5 colheres (sopa) de queijo mussarela ralado
- Azeite para regar e untar

Modo de preparo:

Em uma fôrma untada, coloque as fatias de pão e reserve.
Em uma tigela misture as sardinhas limpas e esfareladas, os ovos cozidos, a maionese, sal, orégano e o azeite.
Distribua entre os pães, polvilhe 1 colher (sopa) da mussarela sobre cada pão, regue com azeite, polvilhe com orégano e leve ao forno médio, preaquecido, por 15 minutos.
Sirva em seguida.

Fonte: http://guiadacozinha.uol.com.br/receitas/14-Video-como-fazer-Lanche-rapido-de-sardinha

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

Compartilhar este conteúdo por email

Enviar para (para mais de um email, separar por vírgula):